Oftalmologista Mutton Sorocaba

Notícias

Catarata: sintomas, tratamentos e causas

O que é Catarata?
A catarata é uma opacidade do cristalino (lente natural do olho). Para pessoas que têm catarata tem a visão nublada, como se olhassem por uma janela embaçada ou enevoada. Essa visão nublada pode tornar mais difíceis tarefas como ler, dirigir um carro ou interpretar a expressão das pessoas.

A maioria das cataratas se desenvolve lentamente e não perturba a sua visão desde o início. Mas com o tempo, a catarata acabará por interferir na visão.

Em um primeiro momento, iluminação mais forte e uso de óculos podem ajudar a lidar com a catarata. Mas se a visão prejudicada interfere com as atividades normais, é necessário fazer a cirurgia de catarata. Felizmente, a cirurgia de catarata costuma ser um procedimento seguro e eficaz.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, o que representa cerca de 20 milhões de pessoas. Como a expectativa de vida da população mundial está aumentando, o número de pessoas com catarata tende a crescer. A catarata é também uma importante causa de baixa visão em países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Tipos

Catarata relacionada à idade

Também chamada de catarata senil, essa forma da doença ocorre por causa do envelhecimento. A catarata relacionada à idade é dividida em três tipos, dependendo de sua localização:

Cataratas nucleares se formam no centro da lente, tornando o núcleo do olho turvo ou opaco. O centro do olho pode ficar com uma coloração amarela ou castanha
Catarata cortical aparece na forma de cunha e em volta das extremidades do núcleo
Catarata subcapsular posterior se formar mais rapidamente do que os outros dois tipos, e afeta a parte de trás da lente.

Catarata congênita

A catarata congênita está presente no nascimento ou se forma durante o primeiro ano de um bebê. Esse tipo é menos comum do que catarata relacionada à idade. Esse tipo de catarata nem sempre apresenta sintomas e pode ser removida se ela interfere com a visão do bebê. A catarata congênita pode se desenvolver se a mãe tiver uma infecção ou abusa de substância como drogas e álcool durante a gravidez. A catarata congênita ocorre em um a cada 5 mil nascimentos.

Catarata secundária

Cataratas secundárias são causadas por doenças ou medicamentos. As doenças que estão associadas ao desenvolvimento de cataratas incluem glaucoma e diabetes. O uso de medicamentos esteroides pode levar à catarata.
Catarata traumática

Cataratas traumáticas se desenvolvem após uma lesão no olho, embora possa levar vários anos após o evento para que isso aconteça.

Catarata de radiação

Cataratas de radiação podem se formar depois que um paciente passa por tratamento envolvendo radiação para tratar o câncer, por exemplo.

Causas

A catarata ocorre quando a lente dentro do olho torna-se turva. Coisas ligadas à essa turvação incluem:

• Envelhecimento (catarata relacionada à idade)
• Superexposição à radiação ultravioleta (UV), como da luz solar, cabines de bronzeamento ou solários
• Diabetes, especialmente quando os níveis de açúcar no sangue estão acima da faixa de segurança. A doença descontrolada provoca alterações no olho que podem resultar em catarata
• Doença no interior do olho, tais como o glaucoma, retinite pigmentosa ou descolamento da retina
• Uso prolongado de medicamentos esteroides
• Raios-X frequentes ou tratamentos de focados na cabeça
• Histórico familiar. Uma pessoa pode herdar a tendência para desenvolver a catarata
• Vitrectomia (remoção do gel vítreo do olho) em pessoas com mais de 50 anos de idade
• Lesão ocular
• Nascer com catarata.

Fatores de risco

Os fatores que aumentam o risco de catarata incluem:

• Idade
• Diabetes
• Beber quantidades excessivas de álcool
• Exposição excessiva à luz solar
• Exposição à radiação ionizante, tal como a utilizada nos raios X e radioterapia para câncer
• História familiar de catarata
• Pressão arterial elevada
• Obesidade
• Lesão ocular prévia ou inflamação
• Cirurgia ocular anterior
• Uso prolongado de medicamentos corticosteroides
• Tabagismo.

× Atendimento via WhatsApp